Polícia identifica suspeito de ter matado pedreiro enquanto dormia em Fabriciano

0
624
José Santana do Nascimento, tinha 62 anos, foi executado dentro de casa
Foto: Álbum Pessoal

CORONEL FABRICIANO – Policiais estão à procura de criminosos que mataram um homem no bairro São Domingos em Fabriciano. O pedreiro José Santana do Nascimento, 62 anos, foi executado dentro de casa na rua Dália 123, no Morro Padre Rocha, o crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (10).

As informações dão conta que o pedreiro teve a porta da casa arrombada e foi executado na cama enquanto dormia. Ele apresentava marcas de tiros na face e cabeça. Os militares da Companhia 178° foram informados por familiares da vítima que ouviram barulho durante a madrugada de sexta-feira(10), por volta de 01h30min, e ao se levar pela manhã depararam com a porta da residência do pedreiro aberta, com sinais de arrombamento, e resolveram verificar o local, que ao chegarem no quarto da residência, constataram que José Santana estava na cama com perfurações na cabeça.

A perícia constatou quatro perfurações na cabeça, sendo todas do lado direito do rosto e alguns ferimentos na face e afundamento da parte frontal do crânio. Vizinhos e familiares disseram ainda que a vítima, era usuário de drogas, mas desconheciam sobre dívida com traficantes, informaram também que, na manhã de quinta-feira (9), José Santana teve um atrito com o vizinho, devido ele ter feito um buraco na parede para pendurar flores, porém este buraco teria atravessado a parede, e o vizinho foi tirar satisfações portando uma faca, sendo a situação apaziguada.

A guarnição da PM tentou fazer contato com este vizinho, o portão e a porta da cozinha estavam abertos, mas ninguém foi encontrado na casa. Os militares receberam informação que o vizinho suspeito conhecido como Júlio, a esposa e dois filhos saíram às pressas do local com a chegada da PM, foram encontradas as malas prontas, bolsas com documentos dos familiares.

Até o momento, o suspeito identificado como Júlio César.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui